Graças à formação multidisciplinar e sistêmica, o Engenheiro de Produção pode atuar nas mais diferentes áreas, podendo ser gestor de organização privada assim como analista em um banco de investimentos.O mercado é bastante amplo e isso se dá pelo fato da profissão englobar um conjunto maior de conhecimentos e habilidades, pois o aluno de Engenharia de Produção aprende matérias relacionadas à economia, meio ambiente, finanças, gestão, estatística, contabilidade, qualidade, planejamento, empreendedorismo e logística, dentre outros. Levando em consideração o cenário atual de retração do mercado de engenharia no Brasil, o mercado de trabalho para o Engenheiro de Produção é o que apresenta o maior nível de empregabilidade, visto que este vem se mostrado extremamente diversificado. Além do mercado tradicional, que vem a ser as empresas de manufatura industrial, o dinamismo implícito no profissional de Engenharia de Produção o habilita a trabalhar também no ramo de finanças, telecomunicações, atuárias além de informática e internet.