Com a intenção de formalizar o vínculo empregatício de profissionais que já atuam em áreas jurídicas e preparar melhor os alunos que sonham com a aprovação em um concurso público, o curso de Serviços Judiciais vem ganhando cada vez mais espaço nas universidades depois da regularização concedida pelo MEC no último ano.

Nos próximos tópicos, você vai conhecer a fundo como é a área de atuação desse profissional e como é a estrutura curricular do curso, que recentemente passou por reformulações para adquirir um caráter técnico. Confira!

O cenário no mercado e na universidade

Para contextualizar melhor como é o mercado de trabalho desse profissional, achamos importante já explicitar ao menos as diferenças básicas de suas funções para as de um estagiário de Direito.

O estagiário depende diretamente da supervisão de um advogado e sua intenção é futuramente ingressar em alguma carreira do Direito. Já o técnico jurídico é aquele profissional que atua nas rotinas de departamentos e escritórios, operacionalizando suas funções. Quando falamos em operacionalizar queremos dizer que as funções de atendimento, relações públicas e recolhimento de informações ditadas em tribunais, por exemplo, passam a ser de responsabilidade desse profissional.

O curso tem 2 grandes chamativos, sendo o primeiro deles a possibilidade de migração para o curso de Direito logo após sua conclusão. Dessa forma, parte das matérias vistas na formação em Direito são prontamente eliminadas. Boa parte dos alunos opta por esse caminho, uma vez que a mensalidade e a duração do curso de Serviços Judiciais são menores, o que facilita a formação de estudantes com renda limitada.

Vale aqui fazermos um parêntese para esclarecer uma dúvida bem comum: ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, o técnico em serviços jurídicos não é dispensado da metade do curso tradicional de Direito. Na prática, é feita a dispensa apenas de algumas matérias equivalentes.

O segundo ponto mais chamativo dessa formação é o interesse por concursos públicos. Em Serviços Judiciais, os alunos conhecem todas as diretrizes de atuação dos profissionais concursados que atuam na área jurídica, o que pode funcionar como um elemento facilitador para o ingresso no mercado.

Vale destacar que a conclusão do curso de Serviços Judiciais faz com que o aluno esteja apto a prestar concurso público para nível superior, sem a dependência de uma formação complementar.

 

Duração:  02 anos

Turnos oferecidos: Matutino, Vespertino e Noturno

Localização:

Coordenador (a): Eliza Affonso Lasmar

Precisa de uma forcinha para pagar a faculdade?

PRAVALER é um crédito universitário que permite ao aluno pagar a faculdade sem aperto no final do mês, parcelando as mensalidades com condições especiais. Faça uma simulação no site:

simule

A UniNorte, em parceria com o governo, disponibiliza vagas todos os semestres aos interessados em contratar o FIES. Fique atento ao período de inscrições no site do governo. Clique aqui e acesse.

PROUNI é um programa de concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação. O benefício pode ser aderido em qualquer período e as inscrições são divulgadas no site do programa. Acesse aqui.

BOLSA UNIVERSIDADE é um programa socioeducativo, do município, com a finalidade de conceder bolsas de estudo a estudantes de acordo com o perfil socioeconômico. Saiba mais aqui.

pravaler   fies     prouni     pbulogo